segunda-feira, dezembro 29, 2008

Lançamento em Lisboa: A BELA E O MONSTRO



A Bela e O Monstro: Estudo Comparativo das Representações da Sociedade da Informação na Publicidade Televisiva é um livro que divulga, com as devidas adaptações, uma recente investigação de doutoramento em sociologia da comunicação, cujo objectivo foi a análise comparativa da tematização publicitária da sociedade da informação em Portugal e na Irlanda.

Trata-se de uma investigação única onde se analisa de uma forma articulada dois temas significativos no espaço público actual que se encontram profundamente interligados, mas que tendem a ser estudados em separado: a Publicidade e a Sociedade da Informação.

Este livro explora os papéis que a publicidade, tanto de novas tecnologias como de outros produtos, desempenha na definição, formação e promoção da sociedade da informação, aplicando-se originalmente o conceito de tematização ao estudo da publiciade e recorrendo-se tanto a metodologias quantitativas como qualitativas. Os resultados empíricos obtidos decorrem de questões sociológicas mais vastas no âmbito do construtivismo social e da ideia de influência negociada dos media, reflectindo-se nomeadamente sobre o papel sócio-cultural da publicidade, a ideia de representação e construção da realidade, as dinâmicas de legitimação e a recuperação dos conceitos de ideologia e de espaço público.

Fica ao critério do leitor decidir quem é afinal a Bela e quem é o Monstro – tanto a Publicidade como a Sociedade da Informação têm sido rotuladas com um ou outro papel. Uma certeza fica porém: estamos perante um livro que se recomenda tanto ao leitor que procura reflectir sobre conceitos teóricos como ao leitor que procura metodologias empíricas para aplicar a estas duas temáticas de actualidade que suscitam tanta apreensão quanto fascínio.



Ruth Gregório nasceu a 15 de Dezembro de 1972, no mesmo dia em que foi criado por Decreto Lei o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa, instituição onde iniciou o seu percurso académico. Foi no ISCTE que obteve uma licenciatura em Sociologia, seguindo-se um mestrado em Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação, com passagem pela Université des Sciences et Technologies de Lille, França (programa Erasmus), terminando com um Doutoramento em Sociologia da Comunicação, conferido pelo ISCTE e com trabalho empírico na University College Dublin, Irlanda.

As suas actividades de investigação foram financiadas por bolsas de investigação de mestrado (1998/99) e de doutoramento (2000/04) da Fundação para a Ciência e Tecnologia. Foi também bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian (1989/94).

Entre 1995 e 1997 fez parte de um grupo de investigação do ISCTE coordenado por Paquete de Oliveira, tendo participado em diversos projectos de âmbito nacional e internacional, nomeadamente, DG VII e DG XIII da Comissão Europeia.

Tem artigos publicados na Trajectos - Revista de Comunicação, Cultura e Educação (ISCTE) e na Portuguese Journal of Social Sciences. Faz parte do CESC/ISCTE e da comissão científica da revista Comunicação Pública (ESCS).

Em 2006 acrescentou ao seu nome o apelido de Shevlin, residindo actualmente em Londres, onde trabalha como investigadora na DoubleClick, empresa de serviços e tecnologias para publicidade digital.

Sem comentários: