sexta-feira, março 27, 2015

«PALAVRAS SOLTAS NO OLHAR» DE LAURA DASILVA [CECILIA PEDRO] APRESENTAÇÃO EM COIMBRA [28 DE MARÇO, 16H00]







«Palavras Soltas no Olhar» é o primeiro livro de Laura DaSilva [pseudónimo de Maria Cecília da Silva Fernandes Pedro]
Laura Dasilva é natural de Coimbra, onde completou o segundo ano do curso complementar  do ensino secundário (antigo sétimo ano do liceu) em 1979, na cooperativa de ensino de Coimbra (Colégio S. Pedro).
Em 1980 emigra para o estrangeiro à procura de outras oportunidades.
Não continuou os estudos, mas nunca perdeu a ligação aos livros que sempre a acompanharam desde a infância. Regressou a Portugal em 1998 onde fixou residência em Miranda do Corvo.
Este é o seu primeiro livro de poesia mas tem já em preparação mais dois.


DIA MUNDIAL DO TEATRO [sugestões de leitura]




 Para assinalar o "Dia Mundial do Teatro" 
aqui deixamos algumas sugestões de leitura 
 a preços simbólicos(na MinervaCoimbra) 
www.minervacoimbra.pt











Para comemorar a data,27 de março, decorrem neste dia vários espetáculos teatrais gratuitos ou com bilhetes mais baratos e são relembrados alguns dos artistas e obras mais importantes da história do teatro. O objetivo da data é promover a arte do teatro junto da pessoas.
O teatro é uma arte milenar e funciona como meio de divulgação da cultura de diferentes povos. Desde a antiguidade, o homem usou o teatro como forma de expressão. Existem vários géneros teatrais como a comédia, o drama, a farsa, a tragédia, a tragicomédia, o melodrama, a revista e o teatro infantil, entre outros. A data foi criada em 1961 pelo Instituto Internacional do Teatro. No Dia Mundial do Teatro, várias organizações culturais apresentam espetáculos teatrais para comemorar o dia, permitindo o acesso gratuito aos mesmos.


O Teatro em Portugal: Gil Vicente, autor de diversas obras teatrais, é um dos nomes mais conhecidos do teatro português. Embora Gil Vicente seja considerado o pai do teatro português, existem inúmeros registos de manifestações desta arte muito anteriores ao teatro vicentino, classificadas essencialmente em dois grandes grupos: o teatro religioso e o teatro profano

 www.minervacoimbra.pt   minervacoimbra@gmail.com

domingo, março 22, 2015

«UMA NOVA PRINCESINHA» COM TEXTO DE ROSA DO CÉU E ILUSTRAÇÕES DE JEREMIAS BANDARRA. APRESENTAÇÃO NO MUSEU DE AVEIRO [21 DE MARÇO DE 2015] UM LIVRO PARA TODOS



 Rosa do Céu Amorim

 Fernanda Reigota, Rosa do Céu Amorim, José Cristo, Jeremias Bandarra e Isabel de Carvalho Garcia

No dia em que se assinalou "o Dia Internacional da Sindrome de Down" o "Dia Internacional contra a Discriminação Racial", "O Dia mundial da Poesia" e o "Dia Mundial da Árvore" 

nasceu " Uma Nova Princesinha" pela mão de Rosa do Céu

Um livro para todos. Segundo a apresentadora, Fernanda Reigota, 
" uma história para todos homens e mulheres que querem ser felizes". 

Uma edição com a chancela da MinervaCoimbra e com "A Serviços e Traduções - ROYAL SCHOOL OF LANGUAGES, como Parceiro Cultural". 

O Diretor do Museu de Aveiro, Dr. José Cristo, presidiu à sessão. A mesa foi ainda composta pela autora, Dra Rosa do Céu Amorim, pela apresentadora, Dra. Fernanda Reigota, pelo ilustrador, o artista plástico Jeremias Bandarra, e pela editora, Dra. Isabel Garcia. Esta sessão repleta de familiares, amigos e admiradores da obra da autora, foi iniciada com a leitura de um poema de Rosa do Céu Amorim por José Jerónimo Ferreira, fazendo assim alusão a este dia. Contou-se ainda com dois momentos musicais pelos Professores Zé Tó Rodrigues e Victor castro (da OMA-Oficina de Música de Aveiro) e no final Tó Zé Rodrigues e Mariana Pinho.

José Jerónimo Ferreira

Zé Tó Rodrigues
Victor Castro
José Cristo

Abrindo formalmente a sessão, o Diretor do Museu, José Cristo, num belo texto poético fez alusão ao dia mundial da poesia e da árvore e teceu rasgados elogios à autora.



Coube a Isabel Garcia dizer algumas palavras àcerca dos intervenientes. Sobre a autora, Rosa do Céu Amorim, IG teceu algumas considerações sobre o seu rico percurso profissional e pedagógico, e também enquanto orientadora pedagógica da Royal School of Languages de Aveiro, Coordenadora Nacional e autora de vários livros. Depois de algumas considerações em que destacou e enalteceu as suas qualidades como esposa, mãe de dois filhos e avó de quatro netos, terminou dizendo: 
«Sabemos também que Rosa do Céu Amorim é uma mulher solidária com uma alma enorme daqui até ao céu (fazendo jus ao seu nome); inteligentemente irrequieta, culta, sensível, e essencialmente apaixonada pela vida onde os projetos surgem de uma forma inovadora e criativa. Como dizia Fernando Pessoa "não sabemos o que o amanhã nos trará" mas sabemos que para Rosa do Céu Amorim, o hoje, o amanhã, e o depois, serão sempre reinventados, com essa paixão com que enfeita a sua vida. Faz questão em dizer que do pouco que fez, e do muito que lhe falta fazer, só foi e será possível, porque esteve, está, e espera continuar, rodeada de pessoas que a ajudam quer pessoalmente, quer na comunidade. O seu universo é complementado com mais duas paixões: a leitura e a escrita. Pessoas assim são uma inspiração para quem a rodeia.»


Rosa do Céu Amorim

Álvaro Amorim


Guilherme Ferraz e Inês Amorim Ferraz
 Inês Amorim Ferraz e Renata Ferraz
Rui Daniel Amorim

Mariana Pinho e Zé Tó Rodrigues

Jeremias Bandarra e Énio Semedo

Sofia Berjano Amorim e Rui Daniel Amorim

Rui Daniel Amorim, Álvaro Amorim, Inês Amorim Ferraz
Rosa do Céu Amorim, Renata Ferraz e Guilherme Ferraz

Zé Tó Rodrigues, Rosa do Céu Amorim, Isabel de Carvalho Garcia, 
José Alberto Garcia e Cláudia Ferraz




quarta-feira, março 18, 2015

ROSA DO CÉU AMORIM COM «UMA NOVA PRINCESINHA» NO MUSEU DE AVEIRO [21 DE MARÇO DE 2015, 15H00] PROJECTO "LEITURAS NO MUSEU"







Convite



A Senhora Directora Regional da Cultura do Centro, 
o Senhor Director do Museu de Aveiro, 
as Edições MinervaCoimbra e a Autora 
convidam para o lançamento do livro 

«UMA NOVA PRINCESINHA» de autoria de Rosa do Céu Amorim

Ilustrações de Jeremias Bandarra.
Apresentação por Dra. Fernanda Rendeiro, professora e autora de várias obras. 
A sessão realiza-se no âmbito do projeto "Leituras no Museu". 
Participação especial da OMA - Zé Tó Rodrigues e Mariana Pinho. 

sexta-feira, fevereiro 06, 2015

SILVIA TORRES COM «GUERRA COLONIAL NA REVISTA NOTÍCIA» NA "TERTÚLIA FIM DO IMPÉRIO"




Sílvia Torres e as Edições MinervaCoimbra regressaram à "Tertúlia Fim do Império”.


A MinervaCoimbra participou no 13.º ciclo da “Tertúlia Fim do Império”, onde foi apresentado o livro “Guerra Colonial na revista Notícia”, da autoria de Sílvia Torres. 

O evento, organizado pela Liga dos Combatentes, realizou-se no passado dia 4 de Fevereiro, na sede do Instituto de Acção Social das Forças Armadas, em Lisboa,e contou com a presença do General Alexandre de Sousa Pinto, presidente da Comissão Portuguesa de História Militar, da autora, Dra Sílvia Torres e do Dr. André Dimas em representação da editora.


Esta foi a segunda vez que a MinervaCoimbra apresentou o livro “Guerra Colonial na revista Notícia” na “Tertúlia Fim do Império”. A primeira decorreu em Outubro de 2014, no Porto. O livro apresentado faz parte da Colecção Comunicação, dirigida pelo Professor Mário Mesquita.



"Guerra Colonial na Revista Notícia" visa contribuir não só para o estudo da imprensa portuguesa e angolana da segunda metade do século XX como também para um maior conhecimento da cobertura jornalística da Guerra Colonial em Angola, feita pela Notícia, uma revista com sede em Luanda. As principais fontes desta análise são o referido semanário e o testemunho de jornalistas que nele trabalharam. Estruturalmente, este livro é constituído por cinco capítulos. O jornalismo de guerra, a história da imprensa em Angola, o historial da revista Notícia, a censura no Estado Novo e a cobertura jornalística da Guerra Colonial em Angola feita pela Notícia são os temas de destaque. Através desta obra, que resulta da investigação desenvolvida no âmbito de uma dissertação de Mestrado, é dada a conhecer uma das faces da guerra ainda pouco explorada: a cobertura jornalística de um conflito de um conflito do século XX, em que o jornallista vive no próprio país em guerra.
Ilustração da capa: cartoon de Fernando Gonçalves, autor do célebre "Zé da Fisga". Cartoon: «Zé da Fisga» autor Fernando Gonçalves 

«GAIVOTAS DE LISBOA» DE MARIA JOSÉ LOPES E «FLORES DE PAPEL» DE RENATO RIBEIRO [APRESENTAÇÃO EM COIMBRA, 14 DE FEVEREIRO, 15H30]



CONVITE
As Edições MinervaCoimbra, Maria José Lopes 
e o Director da Colecção Poesia Minerva, José Ribeiro Ferreira, 
têm o gosto de convidar para o lançamento 
dos livros de Poesia «FLORES DE PAPEL» de José Renato Ribeiro 
e «GAIVOTAS DE LISBOA» de Maria José Lopes

Apresentação por Dr. Filipe Rato e Dra. Gisela Miravent, respectivamente.

Local: A Brasileira Coimbra, Rua Ferreira Borges 124-128, Coimbra.
MinervaCoimbra. Nºs 56 e 57 da Colecção Poesia,Edições MinervaCoimbra dirigida pelo Prof. José Ribeiro Ferreira.

***
O local: A Brasileira de Coimbra
No seu todo, mas alguns espaços em particular, estão carregados de simbolismo para os autores. Não foi por acaso a escolha do dia, nem o local. Venham comemorar connosco. A apresentação será feita por Gisela Miravent e Filipe Rato. 
Leitura de poemas pelos presentes.

quarta-feira, fevereiro 04, 2015

EM DESTAQUE. PROF. DOUTOR DOMINGOS XAVIER VIEGAS [AUTOR DE «CERCADOS PELO FOGO 1 E 2»









EM DESTAQUE. O Professor catedrático da universidade de Coimbra, Domingos Xavier Viegas, (Faculdade de Ciências e Tecnologia) autor dos livros "Cercados pelo Fogo" e "Cercados pelo Fogo - parte 2" (MinervaCoimbra) foi convidado pelo Governo Israelita a deslocar-se àquele país para que possa dar o seu parecer científico sobre o violento incêndio ocorrido em Monte Carmel em 2010.


Domingos Xavier F. Carlos Viegas fundou em 1990 a Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmi
ca Industrial (ADAI), que constitui uma unidade de investigação integrada no Laboratório Associado de Energia, Transportes e Aeronáutica (LETA). No âmbito da ADAI coordena o seu Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais (CEIF), na investigação, formação avançada e prestação de serviços na gestão dos incêndios florestais. Coordenou a participação da equipa do CEIF num elevado número de projectos financiados por entidades nacionais e europeias, em colaboração com diversas instituições científicas e operacionais.

Entre outros é autor de um grande número de trabalhos e estudos publicados internacionalmente e orientou diversos trabalhos de pós-graduação na temática dos incêndios florestais. 
www.minervacoimbra.pt