sexta-feira, Julho 18, 2014

«CAMPOS DE SOMBRAS» DE EDGARD PANÃO APRESENTAÇÃO NO AUDITÓRIO MUNICIPAL DE MIRANDA DO CORVO [DIA 19 DE JULHO, 16H30]




O Presidente da Câmara Municipal de Miranda do Corvo, 
as Edições MinervaCoimbra e o Autor
têm a honra de convidar V. Exa. 
para a apresentação do livro

«CAMPOS DE SOMBRAS»  de Edgard Panão.

A apresentação será feita pelo Dra Rosa do Céu Amorim, 
(professora, escritora e poetisa).
A sessão realiza-se no Auditório da Câmara Municipal 
de Miranda do Corvo, 
dia 19 de Julho, pelas 16h30.



«CAMPOS DE SOMBRAS» DE EDGARD PANÃO APRESENTADO EM COIMBRA [18 DE JULHO, 18H30] CAFÉ SANTA CRUZ





CONVITE
As Edições MinervaCoimbra e o Autor têm o prazer de convidar para a apresentação do  mais recente livro de 
Edgard Panão «Campos de Sombras».
Dra. Rosa do Céu Amorim (professora, escritora e poetisa) apresentará a obra e Jorge Neves fará a leitura de alguns poemas.

A sessão realiza-se no próximo dia 18 de Julho, pelas 18h30, no Café Santa Cruz, Praça 8 de Maio, em Coimbra.



Sobre este primeiro livro de poesia de Edgard Panão, escreve no Prefácio,
a Dra. Rosa do Céu Amorim: 
«[...] Sempre o conheci como autor de belas prosas. Por isso me apetece já perguntar por onde e porquê se terá escondido, até agora, grande poeta, o autor destes belíssimos poemas, com estilos tão variados e com mensagens tão profundas e inquietantes, revelando tanta arte e tanto saber? O seu fino humor desarma o leitor mais sisudo (...)
(...) Ao ler Campos de Sombras, o leitor vai concordar comigo. Edgard Panão é poeta sempre: enquanto escreve, enquanto sonha, enquanto pensa, enquanto estuda, enquanto trabalha...enquanto vive.[...]»



Edgard Panão, é natural da freguesia de S. Miguel, concelho de Penela, distrito de coimbra.Para além de professor de Filosofia e História em vários liceus do país, foi director e professor da Escola do Magistério Primário de Aveiro, director e professor da Escola do Magistério Primário de Silva Porto 
(actual Kuito) Angola e ainda responsável pelos Serviços de Educação em Dili. 
Foi também vereador e presidente da Câmara Municipal de Estarreja. 

Desde 1993, altura em que se reformou, que se dedica à investigação de índole histórica e a publicar alguns trabalhos, 
dos quais se destacam Desde 1993, altura em que se reformou, que se dedica à investigação de índole histórica 
e a publicar alguns trabalhos, dos quais se destacam:

«O Moleiro Inteligente» (2000), 
«A reconstituição das famílias da freguesia de Salvador da vila de Miranda do Corvo» (2002), 
«Covseiro de Myranda» (2006), 
«Cartas a Ana de Leonardo» (2007),
«Os Trautos de Miranda» (2008), 
«Comentário - O outro lado da coisa» (2009),
«Os convencidos da Vida» (2010), 
«O Tombo da República-Ensaio sobre o período inicial do novo regime político (1910-1926)»(2011),
«Cancioneiro Popular de Miranda do Corvo»de Belisário Pimenta (2012)
« O Bulário da Casa Grande» 2013,
e «Campos de Sombra» 2014.
Os nove últimos livros com a chancela das Edições MinervaCoimbra.


terça-feira, Julho 08, 2014

EDGARD PANÃO COM «CAMPOS DE SOMBRAS» NO MUSEU DE AVEIRO [9 DE JULHO, 18H00]






No âmbito do projeto "Leituras no Museu", 
realiza-se dia 9 de Julho, quarta-feira, pelas 18h00, 
no Museu de Aveiro, Av. Santa Joana Princesa, 
o lançamento do livro de poesia

«Campos de Sombras» 
de autoria de Edgard Panão

com edição da MinervaCoimbra. 

Rosa do Céu Amorim (professora, escritora e poetisa)
apresentará a obra e Jorge Neves fará a leitura de alguns poemas.

Edgard Panão, natural do distrito de coimbra, reside em Aveiro. Para além de professor de Filosofia e História em vários liceus do país,  
foi director e professor da Escola do Magistério Primário de Aveiro, director e professor da Escola do Magistério Primário de Silva Porto 
(actual Kuito) Angola e ainda responsável pelos Serviços de Educação em Dili. 
Foi também vereador e presidente da Câmara Municipal de Estarreja. 

Desde 1993, altura em que se reformou, que se dedica à investigação de índole histórica e a publicar alguns trabalhos, 
dos quais se destacam Desde 1993, altura em que se reformou, que se dedica à investigação de índole histórica 
e a publicar alguns trabalhos, dos quais se destacam:

«O Moleiro Inteligente» (2000), 
«A reconstituição das famílias da freguesia de Salvador da vila de Miranda do Corvo» (2002), 
«Covseiro de Myranda» (2006), 
«Cartas a Ana de Leonardo» (2007),
«Os Trautos de Miranda» (2008), 
«Comentário - O outro lado da coisa» (2009),
«Os convencidos da Vida» (2010), 
«O Tombo da República-Ensaio sobre o período inicial do novo regime político (1910-1926)»(2011),
«Cancioneiro Popular de Miranda do Corvo»de Belisário Pimenta (2012)
« O Bulário da Casa Grande» 2013,
e «Campos de Sombra» 2014.
Os nove últimos livros com a chancela das Edições MinervaCoimbra.

sexta-feira, Junho 27, 2014

«O DESABROCHAR DO LÓTUS-O BRILHO DO DIAMANTE INTERIOR» DE IRENE VALENTE [APRESENTAÇÃO EM COIMBRA. 28 DE JUNHO. 15H30] CASA DA CULTURA




Temos o gosto de convidar para a sessão de apresentação do livro «o Desabrochar do Lótus-o brilho do diamante interior» de autoria de Irene Valente, enfermeira de profissão e professora de enfermagem. 
A apresentação será feita pela jurista Jorge Corte Real. Com apontamento musical por Flávia Valente. Casa Municipal de Cultura, 28 de Junho, 15H30. Coimbra


O Livro
Segundo a autora " No Oriente a  Flor de Lótus significa pureza espiritual. Simboliza as infinitas potencialidades do ser humano. Quando aberta representa a criação do universo. O significado
mais importante da flor de lótus, para os budistas, é a pureza do corpo e da mente."
Através de Maria da Paz a autora convida o leitor a ler com calma e reflexão este livro que fala 
de transformações, de sofrimento, preocupações, esperança, alegria, força, coragem e demais sentimentos que fazem o verdadeiro sentido de viver de cada um de nós.

A autora















É licenciada em Enfermagem com especialidade em Enfermagem Médico-cirúrgica e Pedagogia Aplicada ao Ensino de Enfermagem.
Mestrado em Família e Sistemas Sociais na Escola de Altos Estudos do Instituto Superior Miguel Torga. Curso de Doutoramento em Investigação nas Sociedades Modernas na Universidade de Salamanca em Espanha. Formações complementares em Reiki, Cura Quântica, Apometria, Rometria, Magnified Healing, Piramidal Memories Transmutation e Fire Axe Activation, entre outras. Depois de alguns anos a trabalhar como Enfermeira a nível hospitalar, enveredou pela carreira do Ensino de Enfermagem, onde desenvolveu a sua Carreira Profissional na Escola Superior de Enfermagem da Guarda, e mais tarde, Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico da Guarda, de onde se aposentou em Abril de 2011.

Irene Valente depois de uma vida consagrada à enfermagem e ao ensino da enfermagem, a autora
retirou-se para se dedicar à escrita e ao estudo das terapias alternativas nas quais apresenta uma larga formação.Em 2013 publicou na MinervaCoimbra "Percursos, vivências e novos caminho" cuja edição se encontra praticamente esgotada. É ainda autora de diversos artigos publicados em Revistas da Especialidade, e dos livros: "Autoconceito em estudantes de Enfermagem"; "Autoconceito no Jovem Adulto" ; "Avaliação Sumativa" - Dissertação do curso de Pedagogia Aplicada ao Ensino de Enfermagem.

quarta-feira, Junho 25, 2014

VILA FRANCA DE XIRA APRESENTAÇÃO DO ROMANCE DE NUNO DE FIGUEIREDO «RENDIÇÃO E TREVAS» PRÉMIO LITERÁRIO ALVES REDOL [25 DE JUNHO, 21H30]






 Vai ser apresentado o romance "Rendição e Trevas" - Prémio Literário Alves Redol -  de Nuno de Figueiredo, com edição da MinervaCoimbra, na Junta de Freguesia de Vila Franca de Xira, dia 25 de Junho (terça-feira), pelas 21H30. Com apresentação do Prof. Doutor Manuel Frias Martins da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa) esta sessão é  organizada pela Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo e da Cooperativa Alves Redol.

Para Vasco Pereira da Costa «Rendição e Trevas» "é um livro preocupante naquilo que tem de luminoso e de vaticinador. 
É uma digressão amarga sobre o nosso próprio país." 

 De salientar que Nuno de Figueiredo tem publicadas mais de três dezenas de obras, entre a poesia, contos,  romance e ficção, a  muitas das quais foram atribuídos prémios  literários.  Em 2013 pela Câmara Municipal de Coimbra o Prémio Literário João José Cochofel/Casa da Escrita e também em 2013 o Prémio Literário Poesia Florbela Espanca, Câmara Municipal de Vila Viçosa, com o livro Longo  Caminho  para Casa também editado pela MinervaCoimbra.
     
Nuno de  Figueiredo é natural de Coimbra onde reside e trabalha. Licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico
estudou na Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra, onde fez  os estudos preparatórios de Engenharia Civil.

A sua divulgação poética teve início em 1985 com publicação do livro 0 Desencanto em Canto (edição de autor)e estende-se ate hoje com diversos títulos , o último dos quais é Crepúsculo, de 2014 (Tartaruga), Prémio Fernão de Magalhães  Gonçalves 
    Em 1997 e 1998  publicou também com a MinervaCoimbra "Ar.Mar.Amar e      "Chão. Fogo. Amorcom o pseudónimo Alberto Marques.

   Na ficção estreou-se em  1997 com  o romance Os Dias Gloriosos do  Império,  primeiro volume da  trilogia Vida  e  Morte  de  Inocêncio, e publicou em  seguida      vários   livros   de   Contos   romances,  sendo  os últimos Vida   Sombra  (Casa  das  Letras) Prémio Miguel Torga, 
 e  Rendição  e Trevas (MinervaCoimbra), - Prémio Alves Redol;

Longo  Caminho  para Casa  foi   distinguido  em   2013  com o  Prémio Literário 
Florbela Espanca- Poesia, instituído pelCâmara Municipal dVilViçosa e agora editado pela MinervaCoimbra.

Pelo  meio ficam  cerca  de  três  dezenas de  outras obras  - poesia, contos, romances - a muitas  das quais foram atribuídos prémios literários. Escrevpara jornais e revistas  de letras  e  es representadem  recolhas e antologias.

quinta-feira, Junho 05, 2014

«LONGO CAMINHO PARA CASA» DE NUNO FIGUEIREDO - PRÉMIO LITERÁRIO FLORBELA ESPANCA - POESIA 2013 [





Vai ser apresentado em Vila Viçosa o mais recente livro de Nuno de Figueiredo a quem foi atribuido o Prémio Literário Florbela Espanca - Poesia 2013 (Câmara Municipal de Vila Viçosa). 
«LONGO CAMINHO PARA CASA» com a chancela da MinervaCoimbra será apresentado em Vila Viçosa  a 10 de Junho pela 16 horas.

domingo, Junho 01, 2014

DIA MUNDIAL DA CRIANÇA [LIVROS DO DIA]



«Daniel e o Bicho da Lanterna» de Noémia Malva Novais é o primeiro livro de literatura infantil publicado pelas Edições MinervaCoimbra no âmbito da colecção Letras Pequenas.

A autora, Noémia Malva Novais, é jornalista e investigadora na área da História e da Comunicação mas assume-se, essencialmente, como comunicadora. A escrita, seja no domínio jornalístico, historiográfico ou da ficção, é a sua paixão. No entanto, considera que ainda é precoce considerá-la uma escritora.

O seu primeiro livro — “João Chagas. A Diplomacia e a Guerra (1914-1918)” —, igualmente editado pela MinervaCoimbra, integra, na sétima posição, a lista do Almanaque Republicano dos dez melhores livros de história contemporânea portuguesa publicados em 2006.

“Daniel e o Bicho da Lanterna” é ilustrado por Inês Massano, para quem o desenho é a grande paixão. Esta jovem ilustradora é professora de Educação Visual e já ilustrou outros dois livros infantis.

A escrita de Noémia Malva Novais e a ilustração de Inês Massano convivem harmoniosamente neste pequeno livro feito a pensar nas crianças que gostam de ouvir histórias e nos pais que têm pouco tempo para as contar.






«O Abade João», de Lurdes Breda, pretende divulgar, de forma particular, uma lenda de Montemor-o-Velho (século IX), que ainda hoje povoa o imaginário de crianças e adultos desta região, conhecida pela Lenda do Abade (Beneditino do Mosteiro de Lorvão).

Esta obra infanto-juvenil tem como objectivo principal a divulgação, em termos históricos e patrimoniais, de uma das mais importantes lendas do concelho de Montemor-o-Velho. Introduz, ainda, as vertentes lúdica (com ilustrações inerentes ao conteúdo da história e a composição de temas musicais originais) e pedagógica (com pormenores históricos relativos à época da reconquista cristã, a alusão a alguns dos povos que habitaram a Península Ibérica e informação acerca da Capela de Nossa Senhora de Seiça e do Castelo de Montemor-o-Velho, para além de um pequeno glossário da obra).

O CD conta com a participação especial do Dr. Sansão Coelho na narração da epopeia d’ “O Abade João”. Os textos pedagógicos têm a voz do professor Álvaro Caetano.






«O Caramelo da Leonor» de Daniela Santiago é a história verídica de uma menina traquinas e de um gato gordo e dorminhoco, cor de caramelo...

Uma história de amizade e respeito, a tinta e em braille, para recordar que todos têm direito a "ler" e a partilhar aventuras cheias de ternura.

Com este livro, a jornalista da RTP Daniela Santiago, pretende alertar consciências para a necessidade de nunca esquecermos aqueles que "olham" o Mundo de forma diferente.

Daniela Santiago decidiu escrever esta história, verídica, para a dedicar à filha Leonor... que passa a vida a "aterrorizar" o gato Caramelo.

Ao mesmo tempo, muitos outros meninos vão partilhar as traquinices dela, mesmo aqueles que não tiveram a sorte de nascer com a visão.

A ideia do livro ter palavras, ilustrações e braille foi uma ideia da autora.

Daniela Santiago pretende alertar consciências para a importância do braille em livros, rótulos de brinquedos, produtos alimentares... por todas as crianças invisuais, mas também pelos pais que querem brincar com os filhos, contar-lhes histórias, ter uma vida "quase" normal, e não podem.







«O Nono Brasão», de Ana Martins, iniciou a colecção Geração21 das Edições MinervaCoimbra.





«Segredos do sub-mundo» de Júlia Durand
O poder da música é infinito. Artemise, uma jovem de 14 anos, entra num mundo paralelo através de um clarinete e de uma pena. Rapidamente encontra a sua personagem espelho e uma amiga que conhecera muito tempo atrás, Mis. Juntas, partem para uma jornada de exploração do Sub-Mundo, à procura da irmã de Mis, Luna, uma rapariga que fora a sua melhor companheira e que desaparecera misteriosamente. Nessa aventura Artemise vai aprendendo a cultura do Sub-Mundo, mas também se depara com obstáculos difíceis de superar.

Júlia Pereira da Cunha Durand nasceu em 1994. Grande apanhadora de framboesas e de cogumelos nas serras nortenhas e nos Alpes, toca piano e fala francês.
A última característica não custou muito, graças à colecção de BD do pai, imigrante em Portugal. O jeitinho para a música vem-lhe de alguns anos de esforço e de prazer na Escola-Conservatório Calouste Gulbenkian, em Braga, onde frequenta o oitavo ano.
Tem gosto pela leitura, incentivado desde cedo nas sessões de adormecimento na companhia da mãe, e não liga à televisão porque nunca apreciou "ficar com os olhos parados"



sábado, Maio 31, 2014

LIVROS DO DIA "COLECÇÃO POESIA MINERVA" [FEIRA DO LIVRO/FEIRA CULTURAL DE COIMBRA]


Feira do livro/Cultural de Coimbra.LIVROS DO DIA: "Colecção Poesia Minerva" Direcção de José Ribeiro Ferreira. Autores: José Ribeiro Ferreira,Duarte Ferreira de Faria, Cristina de Mello,Zulmira Bento,Vergílio Alberto Vieira,Rui Dias,José Jorge Letria,José António Franco,José António Gomes, José Ribeiro Ferreira,Vasco Pereira da Costa,Mouro Serpa,António Manuel Ferreira,Luís de Miranda Rocha,Manuel Dias da Silva,Américo Teixeira Moreira,Julião Soares Sousa, Isabel Rainha,José Viale Moutinho,Paulo Jorge Melo,Alberto Marques,Maria Lucília Mercês de Mello,José Correia Tavares,Delfim Ferreira Leão,Lucian Blaga,José Augusto Seabra,Telo de Morais,Horácio [Versão do latim por Walter de Medeiros, Edição bilingue];João de Mancelos. Onze poemas traduzidos e prefaciados por José Augusto Seabra em Homenagem a Léopold Sédar Senghor. Stella da Câmara Lomelino,José Maria Martins da Costa,José António Pimenta, Catulo[Tradução de José Ribeiro Ferreira]; Fernando Miguel Bernardes.Sólon [Introdução e Tradução de Delfim. F.Leão];Miguel Barbosa, Maria José Lopes,Jean Everaerts (Janu Segundo) [Introdução, tradução do latim e notas de Carlos A. Martins de Jesus]. Graça Patrão, José Renato Ribeiro.




ÉLIA SOFIA RAMALHO "ARTISTAS COM HISTÓRIA" [ATELIER DE DINAMIZAÇÃO DE HORA DO CONTO SEGUIDA DE ATELIER DE ILUSTRAÇÃO] 31 DE MAIO, 15H30 [FEIRA DO LIVRO DE COIMBRA]




"ARTISTAS COM HISTÓRIA" COM ÉLIA SOFIA RAMALHO


Convite

 A MinervaCoimbra e Élia Sofia Ramalho 
têm o gosto de convidar para a sessão

"Artistas com História
- Atelier de dinamização de hora do conto -
seguida de atelier de ilustração.

             Na feira Cultural de Coimbra, dia 31 de Maio pelas 15h30 
                 no espaço em frente ao stand da MinervaCoimbra. 

A autora deste projecto é a escritora, ilustradora, 

sexta-feira, Maio 30, 2014

MARIA TOSCANO E «CANTO I - DA TERRA» APRESENTAÇÃO NO MUSEU DE ÁGUA EM COIMBRA [FEIRA DO LIVRO/FEIRA CULTURAL DE COIMBRA]



Decorreu em Coimbra no Museu da  Água, integrado na programação da Feira do Livro/Feira Cultural de Coimbra, a  apresentação do Projecto "Poemas do Sul em Cinco Cantos" e lançamento do livro inaugural «Canto I - Da Terra» de Maria Toscano. Henrique Dória apresentou o livro, António Vilhena a autora e Isabel Garcia Minerva-Coimbra (co-organização). Momento poético com a leitura encenada de alguns poemas por Maria Toscano.



Maria de Fátima C. Toscano nasceu em Maio de 1963 em Campo Maior e é Socióloga por formação: Doutora (2010, ISCTE), Mestre (1993, Univ Nova Lisboa) e Lic. (1986, ISCTE). Membro da APS.
Assina como Maria Toscano na vertente artística:
i) Escritora, é Membro da APE; desde 1997 publicou 9 livros de Poesia e integra Antologias, Colectâneas de Poesia; 1.º Romance (Março/2013); é colunista do virtual ‘InComunidade’; desde Nov/2003 aprofunda a escrita poética em espanhol.
ii) Cantora amadora: Piaf e World Music — anos 80/90; Fado, desde 1993 e desenvolve o Projecto Fado Branco (com Ricardo Silva à Guitarra Portuguesa) nos espectáculos: I.ª Série, GSC: semanais (Jan-25Abril/2012); II.ª Série: Fangas Mercearia Bar: mensais (Jan-Ago./2103;
iii) Actriz e Performeur: formação amadora e experiência (1978 a 1983); desenvolve leituras encenadas e outras acções performativas.
iv) Divulgadora Cultural: desde os anos 70-80 dinamizou organismos culturais estudantis; Anima vários blogues culturais, sendo matriz o sulmoura.blogspot.
Brasil 2009: Convidada estrangeira do III Festival Internacional de Poesia de Dois Córregos (26 a 28/Junho): Palestra Magana “Parábola do Inconforto”.
Argentina, 2010: Realizou, em várias cidades, Leituras Públicas da sua poesia escrita em Espanhol, bem como participou em Tertúlias e programa de Rádio de Poetas Argentinos.